Durante toda a safra, o produtor de soja deve estar atento ao ataque de pragas. Nos estágios iniciais da cultura, pós-semeadura, a presença desses organismos pode ocasionar grandes prejuízos, sobretudo na uniformidade do estande e das plantas, no vigor das sementes e no estabelecimento da cultura. Todos esses danos, por sua vez, afetam diretamente o rendimento da lavoura.

Segundo a Embrapa, as pragas iniciais da soja são aquelas que atingem a cultura durante as etapas de germinação até cerca de 30 dias após a emergência das plantas. Nesse sentido, destacam-se os corós, as vaquinhas, a mosca-branca, o tamanduá-da-soja, os percevejos e o complexo de lagartas.

 

Os principais insetos-praga iniciais da soja

O coró (Liogenys sp.) é um inseto que ataca as raízes da soja, incluindo os nódulos de fixação biológica de nitrogênio, afetando drasticamente o desenvolvimento da cultura. Caso não seja controlado, causa a morte das plantas devido à falta de água e nutrientes

As vaquinhas – complexo de besouros cujo mais conhecido é a chamada vaquinha-patriota (Diabrotica speciosa) – também consomem as raízes da soja, podendo causar a desfolha das plantas nas fases iniciais. De forma geral, os danos das vaquinhas costumam ser menos drásticos que os dos corós.

A mosca-branca (Bemisia sp.) é um inseto sugador que prejudica diversas culturas, afetando o desenvolvimento e/ou estabelecimento das plantas de soja. Além disso, ela é transmissora do vírus necrose-da-haste e ainda favorece a formação de fumagina (substância secretada pelo fungo Capnodium sp.) sobre as folhas, o que pode dificultar a fotossíntese.

O tamanduá-da-soja, também chamado de bicudo-da-soja (Sternechus subsignatus), é um besouro conhecido por raspar o caule e desfiar os tecidos desse local, causando danos físicos e, consequentemente, prejudicando o desenvolvimento das plantas.

O mais conhecido percevejo dos estágios iniciais da soja é o percevejo-castanho (Scaptocoris spp.), inseto reconhecido em campo pelo forte odor que exala quando o solo é movimentado. Ele age sugando a seiva das raízes e, por isso, seus danos à soja se assemelham aos de uma deficiência nutricional. Há uma vasta gama de outros percevejos que atacam ainda as sementes e as vagens em formação, como o percevejo-marrom-da-soja (Euschistus heros) e o percevejo-verde-pequeno (Piezodorus guildinii).

Por último, mas tão ou ainda mais importante, há o complexo de lagartas da soja. Destacam-se, nessa etapa, a lagarta elasmo (Elasmopalpus lignosellu), a lagarta-da-soja (Anticarsia gemmatalis), a lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) e a lagarta-falsa-medideira (Chrysodeixis includens). De forma geral, são pragas desfolhadoras, cujo ataque reduz a capacidade fotossintética das plantas. A lagarta elasmo ainda perfura a região do colo da planta após a emergência, causando a morte do vegetal. 

 

Como controlar as pragas iniciais da soja

Para evitar os danos desses invasores à cultura da soja, é preciso estabelecer uma estratégia de cuidados prévios e pós-semeadura, que visem sobretudo o não aparecimento das pragas na lavoura.

A limpeza do maquinário, o monitoramento constante, o fortalecimento do controle biológico (presença de inimigos naturais) e as pulverizações de inseticidas com modos de ação alternados (para evitar a resistência das pragas), aplicados no sulco de semeadura ou na parte aérea das plantas, são algumas das principais medidas de controle.

Todos esses recursos somam-se ao Tratamento de Sementes (TSI), que desponta como uma medida fundamental do Manejo Integrado de Pragas (MIP).

 

Os benefícios do Tratamento de Sementes

O objetivo central do TSI é otimizar a qualidade sanitária das sementes. Para isso, são aplicados químicos específicos, como fungicidas, nematicidas e inseticidas, que visam proteger o processo germinativo e de emergência das plantas contra fungos, nematoides e insetos, respectivamente. 

Ou seja, o TSI é o preparo das sementes para uma semeadura mais segura.

Em relação aos insetos-praga iniciais da soja, o Tratamento de Sementes com inseticidas é de suma importância. O recurso evita falhas nos estandes, danos após a emergência e, consequentemente, a necessidade de replantio. Os benefícios são também duradouros, uma vez que o TSI evita o surgimento ou reduz populações futuras de pragas

Com o bom desenvolvimento das plantas e da lavoura, de forma geral, o resultado é uma safra de melhor qualidade e rendimento. 

 

Quer conferir mais informações úteis para a produção de soja? Clique aqui e acesse outros artigos do Blog Neogen!

Conheça também o portfólio Neogen 2022/2023 e encontre a semente ideal para a sua área.

Alejandro said: "Hola esto es una prueba de comentario".
A ferrugem-asiática da soja e os desafios da safra 2023/2024 - Blog Neogen sementes: Blog Neogen sementes said: "[…] vazio sanitário é uma das medidas fitossanitárias previstas no Programa Nacional de Controle da Ferrugem […]".
Técnicas e recomendações para combater as plantas daninhas da soja - Blog Neogen sementes: Blog Neogen sementes said: "[…] isso, quando falamos do manejo de doenças, pragas e daninhas, sempre devemos lembrar que o uso de sementes certificadas e de variedades recomendadas para cada região sojícola é […]".
Biotecnologia: o que é e qual a sua relevância para a soja - Blog Neogen sementes: Blog Neogen sementes said: "[…] alguns casos, o produtor reduz significativamente o uso de químicos, o que ainda contribui para uma produção mais sustentável para o meio […]".
Saiba mais sobre controle de qualidade de sementes de soja - Blog Neogen sementes: Blog Neogen sementes said: "[…] Nesse sentido, uma das etapas mais importantes da safra é a escolha das sementes. Em nosso blog, você já conferiu um conteúdo que aborda alguns detalhes para se atentar ao escolher a cultivar de soja ideal: clique aqui para rever. […]".
Por que a produtividade da soja varia? - Blog Neogen sementes: Blog Neogen sementes said: "[…] Clique e confira mais informações sobre Neoguia, uma ferramenta inovadora que agiliza o dia a dia … […]".
Perdas na colheita da soja: como evitá-las? - Blog Neogen sementes: Blog Neogen sementes said: "[…] Além disso, é de suma importância o uso de sementes certificadas, livres de patógenos e desenvolvidas com controle de qualidade. A escolha da semente ideal é a origem do bom andamento da safra. […]".
Conexões que geram resultado na safra 2023/2024 - Blog Neogen sementes: Blog Neogen sementes said: "[…] Clique aqui e confira um artigo completo que te ensina como aproveitar as possibilidades de Neoguia. Acesse neoguia.online e experimente agora mesmo! […]".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tags

Artigos relacionados

Assine nossa newsletter

    Sugestão de tema

      Assine nossa newsletter